Conhecendo a Caatinga Brasileira

 

Caatinga Brasileira
Caatinga Brasileira

O solo é raso e pedregoso, é composto por vários tipos diferentes de rochas.  O homem já alterou 80% da cobertura original da Caatinga, que atualmente tem menos de 1% de sua área protegida em 36 unidades de conservação, que não permitem a exploração de recursos naturais.

As secas são  prolongadas, interferindo de maneira direta na vida de uma população de, aproximadamente, 25 milhões de animais. As chuvas ocorrem no início do ano e o poder de recuperação da Caatinga é muito rápido, surgem pequenas plantas e as árvores, toda a área fica coberta de folhas.

A principal atividade econômica desenvolvida na Caatinga é a agropecuária. A agricultura destaca-se na região através da irrigação artificial, possibilitada pela construção de canais e açudes.

Vegetação

As plantas da Caatinga são xerófilas, significa que, são adaptadas ao clima seco e a pouca quantidade de água. Algumas armazenam água, outras possuem raízes superficiais para captar água da chuva. E há as que contam com recursos pra diminuir a transpiração, como espinhos e poucas folhas.  Entre as espécies mais comuns estão a amburana, o umbuzeiro e o mandacaru. Algumas dessas plantas podem produzir cera, fibra, óleo vegetal e, principalmente, frutas.

Fauna

A fauna da Caatinga é bem diversificada, sendo composta por répteis como: lagartos e cobras, roedores, insetos, aracnídeos, cachorro-do-mato, arara-azul, sapo-cururu, asa-branca, cutia, gambá, preá, veado-catingueiro, tatupeba, entre outros animais.

Apesar de ser uma região onde as pessoas passam por dificuldades, a Caatinga é rica em alegria e possui parques ecológicos capazes de receber turistas do mundo inteiro, vale a pena conhecer este lugar.

Prepare as malas e faça uma viagem incrível pelos campos da Caatinga.